Imagem capa - O aniversário tá chegando! Vai ter festa? Vai ter sim! por Cristiane Baptista
Dicas Festeiras

O aniversário tá chegando! Vai ter festa? Vai ter sim!

O aniversário tá chegando! Vai ter festa? Vai ter sim!

Festa de criança é maravilhosa, não é mesmo? Mas você já parou pra pensar no tanto de detalhes que precisam ser vistos? São tantas decisões a serem tomadas que chega a assustar, mas cá pra nós, o planejamento da festa é algo maravilhoso. Eu sou apaixonada por preparar festas, pensar em tudo, e não importa o tempo que falte para a data escolhida, eu sei que vai dar tempo! Foi pensando nisso que decidi criar alguns artigos sobre festas infantis para ajudar aos pais nessa organização.

Hoje falaremos da FASE I para organização da festa infantil, sugiro que essa “fase” comece com algumas (muitas) semanas de antecedência, dependendo da grandiosidade do seu evento. Eu sugiro uns 90 dias no mínimo.

Tem convite (virtual ou impresso), bolo (fake ou de verdade), doces, quitutes, músicas, lembrancinhas, enfeites, decoração, roupa, animação, aluguel de brinquedos, FOTÓGRAFO (sim, fotógrafo, a fotografia não é supérfluo, na verdade é a única coisa que fica de tudo isso; é o material que seu filho vai poder (sempre que quiser) matar a saudade daquele dia mágico da vida dele, ver os amiguinhos quando ainda pequenos, rever fotos de familiares que as vezes vão embora mesmo contra nossa vontade...

É na fotografia que realmente fica o sentido daquilo tudo, MEMÓRIA!

Mas, passando da parte sentimental para a parte prática, a primeira coisa que a gente precisa se preocupar quando decide fazer uma festa é o quanto se vai gastar pra fazê-la. Estabeleça um limite de gastos, isso dá um norte e te “freia” para não gastar mais que o estipulado. Outra parte essencialmente importante é a data. Muitas vezes a gente precisa fazer malabarismos para achar uma data livre na agenda dos principais amigos e familiares que não podem, de jeito nenhum, faltar no dia da festa.

Atenção com os feriados!

Pense se a comemoração será de dia ou de noite (muitas pessoas tem preferido fazer suas festas durante o dia, seja por conta da violência que tomou conta das cidades, ou porque a luz do sol aquece e ilumina 😊, festa durante o dia é o suprassumo da alegria de qualquer fotógrafo de festa infantil, as crianças estão cheias de energia, doidas para aproveitar cada segundo. Elas se esbaldam! Mais festas durante o dia!!!

Decidida a data e a hora vem a segunda etapa, o local. Aí entra a questão, faço em casa de festas e não tenho preocupação com nada, ou coloco a mão na massa e faço no salão do condomínio, na escola, em casa, no ônibus/limousine, na praia, na casa da vó porque tem um espaço danado (sempre recorri a essa opção), ou faço um piquenique para as crianças curtirem o dia ao ar livre? Aqui no blog tem um artigo que escrevi contando tudo sobre o piquenique que ajudei a minha prima organizar para a festa de um ano da Melina, minha priminha linda.

Vishi, mas se chover?

É sempre bom ter uma carta na manga caso algumas gotas teimarem cair do céu no Dia D. São muitas opções, mas é preciso escolher logo para que o planejamento da festa possa caminhar. Se você quer muito organizar a festa do seu filho/a, mas acha que não tem muito “talento” para trabalhos manuais, não se desespere, existem várias empresas (MARAVILHOSAS por sinal) que fazem isso por você, e te entregam uma decoração linda de cair o queixo. Umas que entregam tudo, inclusive os quitutes da mesa, outras só a parte decorativa, tudo vai depender de você, do seu desejo de mãe decoradora-organizadora master.



Depois entra uma parte bem delicada e que dá um trabalho danado de fazer, mas que é essencial para que seu evento tenha sucesso: A lista de convidados, quem entra e quem fica de fora dessa? Sempre é a mesma coisa, pegamos o caderno, a caneta e começamos...começamos...e parece que a lista não tem fim. Claro que sempre queremos chamar todo mundo que a gente sabe que ama nosso filho/a, mas outras questões nos impedem de fazer aquela lista infinita. Então, para ajudar você, te dou essa sugestão que eu já vi acontecer em muitas festas: se seu filho tem mais de 7 anos, no núcleo escola, cursos, esportes e/ou atividades, convide os amigos apenas, isso mesmo, não há nada de indelicado nisso, na verdade já faz algum tempo que isso está na “moda”, nem lembro em qual a última festa infantil que fui convidada a ir junto com meu filho (quando ele ainda ia à festas infantis). E quer saber? Achei bem legal, pois desenvolve a autonomia deles nas festas, eles se viram pra tudo. Mas, caso você queira seguir o tradicional e convidar toda a família ou se o seu filho/a tem menos de 7 anos, fica a dica: defina primeiro o orçamento da festa, porque querendo ou não, é ele o limitador do número de convidados. Quanto mais convidados, mais bebidas, mais comidas, mais lembrancinhas, mais mesas, mais tudo, ah...mais alegria também! 😊 

Então antes de tudo pense, pra quem é a festa?

Para o seu filho/a, ou seja, quanto mais crianças, melhor, não é? Leve em consideração também o local onde a festa ocorrerá, pois ele também é um limitador do número de convidados. Defina o número máximo de convidados! Sugestão minha, nunca convide ninguém por obrigação.

Divida a sua lista por grupos (família, escola, trabalho, amigos do condomínio/rua, amigos da natação/ballet/futebol,etc., amigos de longa data dos pais) e faça uma relação entre eles (quem conhece quem e qual a proximidade desses grupos com sua família – distantes ou próximos? Isso te ajudará na hora do corte. 😐

Em seguida, com o número de convidados já estipulado, realize o corte por grupos, adote um critério e mãos à obra, um dos critérios pode ser: aqueles mais distantes ficarão de fora. 😊

Confirme a presença dos convidados, é chato, é, eu sei, mas lembre-se que isso pode ser decisivo para o sucesso do seu evento, pra ele não ficar vazio demais (caso o número de convidados seja limitado) ou não ficar cheio demais, com difícil circulação, ou falta de comes e bebes.

Existem na internet alguns modelos de planilhas que te ajudam a organizar a festa e a lista de convidados, baixe uma delas e mãos à obra!

Pra te ajudar fiz um checklist bem legal e que dá uma norteada em tudo que precisamos pensar para que nosso evento seja muito maneiro. É só você clicar no link abaixo pra poder fazer download do seu checklist de festa infantil.

                                                           

E você, tem algo a acrescentar neste meu artigo? Algo que você já tenha feito e que te trouxe bons resultados durante o planejamento? Conte pra gente! Deixe seu comentário e ajude a outras mamães e papais nessa missão.

Esse conteúdo te ajudou de alguma forma? Então, compartilhe em suas redes sociais para mais pessoas terem acesso a ele.

Te espero no próximo post.